Gustavo Mendes: primeiro desafio da Ciência é tornar o cuidado à saúde mais justo

Publicada em 04/10/2022 - Fonte: ASCOM

“Se é que a gente pode dizer que teve algo de positivo na pandemia, foi perceber que estamos numa sociedade que depende da colaboração, da interação, da troca de conhecimento para evoluir.” Essa foi uma das principais ideias do cientista e pesquisador Gustavo Mendes, durante sua palestra na abertura do XIX Congresso de Produção Científica e Acadêmica da UFSJ (XIX CPC), na noite da última segunda, 3.

Gustavo Mendes é atualmente pesquisador cedido ao International Vaccine Institute (IVI) e foi gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos da Anvisa. Há 19 anos, atua na avaliação de estudos clínicos de medicamentos e inspeção em centros de pesquisa em diversos países do mundo. Para a comunidade da UFSJ, Gustavo falou diretamente de Seul (Coréia do Sul), sede do IVI, debatendo A resiliência e o papel da Ciência para a tomada de decisão no contexto da aprovação das vacinas no Brasil.

Segundo ele, a resiliência tem permeado todas as ações da Anvisa que, como órgão regulador, teve que explicar para a sociedade todos os aspectos das vacinas. “Na pandemia, a Anvisa acabou se tornando um exemplo de como nós, focados na Ciência, podemos dar respostas à sociedade.”

Em seguida, o palestrante apresentou um panorama resumido de como a Ciência evoluiu entre 2001, quando ele se formou em Farmácia pela USP de Ribeirão Preto (SP), e os tempos atuais.

As etapas do desenvolvimento e aprovação regulatória de uma vacina ou medicamento foram apresentadas e comentadas pelo pesquisador. Até chegarem ao público consumidor, há quatro estágios: descoberta e fase pré-clínica; aprovação regulatória; pesquisa clínica; e avaliação regulatória para registro e regulação econômica e incorporação.

Gustavo Mendes indicou também os principais aspectos que são avaliados pela Anvisa, na aprovação de estudos clínicos. São eles: delimitação do estudo, segurança, biotecnologia da vacina e boas práticas clínicas.

“Saúde mais justa”
Ao final da palestra, o pesquisador revelou quais são os desafios da área de Ciência e Saúde para a próxima década, de acordo com a World Health Organization, agência norte-americana que promove a saúde pública em nível mundial. O primeiro desafio é “tornar o cuidado à saúde mais justo”, seguido por “ampliar o acesso a medicamentos”, “proteger a população de produtos perigosos” e, finalmente, “ganhar a confiança pública.”

CPC
Antes da palestra de abertura, o reitor Marcelo Andrade e os pró-reitores de Pesquisa e Pós-Graduação, André Baldoni, e de Extensão, Francisco Brinati, saudaram o palestrante e expressaram a satisfação pela realização do mais importante evento de divulgação científica da UFSJ.

A palestra de Gustavo Mendes, na íntegra, pode ser assistida no canal da TV UFSJ no YouTube. Participe do XIX CPC: acesse www.ufsj.edu.br/cpc.