Seminário debate projetos e práticas de iluminação cênica

Publicada em 04/10/2022 - Fonte: ASCOM

Se você tem interesse em participar do IV Seminário do Grupo de Pesquisa em História, Política e Cena (GPHPC/UFSJ), se inscreva gratuitamente neste link, até 10 de outubro. O evento vai debater, entre os dias 10 e 14 de outubro, no CTAN, Projetos e Práticas Pedagógicas em Iluminação Cênica no Brasil e Argentina – criação e documentos de luz, trazendo professores e coordenadores responsáveis por cursos de iluminação naqueles países.

O professor do Departamento de Artes Cênicas e coordenador do GPHPC, Berilo Nosella, explica que, a cada dois anos, o grupo faz um balanço dos trabalhos elaborados e escolhe um assunto com potencial de desenvolvimento de futuros estudos para ser o tema do Seminário. “O evento vai promover debates sobre as práticas e pesquisas na área de iluminação cênica e a importância da elaboração de conteúdo acadêmico sobre esse conteúdo. O tema escolhido também está relacionado com pesquisas já realizadas na UFSJ, contempladas com editais do CNPq e da Fapemig.”

O Seminário permitirá a troca de experiências brasileiras e argentinas com importantes profissionais da área de Iluminação. Para promover esse intercâmbio de informações, estarão presentes o professor da Universidad Nacional de las Artes e presidente da Asociación de Diseñadores Escénicos de la Argentina (ADEA), Gonzalo Cordova, e os coordenadores dos cursos de Iluminação da SP e MT Escolas de Teatro, Guilherme Bonfanti, Francisco Turbiani e Karina Figueiredo.

Programação
O IV Seminário do GPHPC/UFSJ vai mostrar um panorama das pesquisas desenvolvidas na área, por meio de mesas-redondas e conferências gravadas e disponibilizadas no canal do YouTube do Grupo. A programação também promove oficinas de práticas de iluminação.

Abertura terá estreia de espetáculo
A abertura do evento será marcada pela estreia no novo espetáculo do Coletivo Fuzuê, grupo de teatro universitário que integra o GPHPC. No dia 10, às 21h, a Sala Preta do CTAN será o palco do terceiro experimento cênico Toró: ode à natureza ou quando o crime acontece como a chuva que cai. A peça reflete sobre a temática das lutas que envolvem a questão da terra no Brasil, entrelaçando narrativas do passado colonial às questões históricas do tempo presente.

O Fuzuê é um projeto de extensão criado em 2016 e coordenado pela professora do Departamento de Artes da Cena (Deace), Carina Maria Guimarães Moreira.