Novo espaço é componente colaborativo para fomento ao ecossistema de inovação

Publicada em 04/10/2022 - Fonte: ASCOM

O Hub de Inovação do CCO, inaugurado no final de setembro, é um espaço de interação e criatividade que tem por objetivo se consolidar como ambiente de coworking para atividades de empreendedorismo e inovação desenvolvidas por estudantes, professores e servidores do Campus Centro-Oeste Dona Lindu (CCO).

Presentes ao evento, a Diretoria do CCO, o Núcleo de Empreendedorismo e Inovação Tecnológica da UFSJ (Netec), a Liga Acadêmica de Empreendedorismo e Inovação (LAEMI), o Grupo de Inovação Tecnológica e Empreendedorismo (GRITE), a empresa Beta Tech Jr. Localizado na sala 207 do Bloco A, as reservas para uso devem ser feitas na portaria do Bloco.

Para a professora Hérica de Lima, diretora do CCO, o Hub de Inovação vem de um esforço conjunto, ao longo de anos, entre gestores e docentes, sendo marco não só para o Campus, como também para toda a região Centro-Oeste de Minas. Mais que um espaço físico, se trata de componente a se somar ao ecossistema de inovação da região, que vem crescendo de forma exponencial nos últimos anos. “Esperamos que esse espaço, em um futuro próximo, seja pequeno para comportar o crescimento e as demandas oriundas da inovação tecnológica do CCO/UFSJ”, afirmou.

O professor Alexsandro Galdino, coordenador do GRITE, segue essa mesma expectativa. Esse novo espaço representa a consolidação do que foi planejado anos atrás, quando foram criadas as disciplinas tecnológicas para os cursos de graduação do CCO e o próprio GRITE (2013), que veio implementar e difundir a cultura da inovação e do empreendedorismo no Campus.

Conexões
Presidente da Beta Tech Jr., o estudante René Marchandeau destacou as conexões que podem ser estabelecidas nacionalmente, a partir do conhecimento empreendedor cultivado no CCO. Opinião reforçada pelo coordenador do Netec, professor Paulo Granjeiro: “Esse espaço é uma conquista para toda a comunidade do CCO e precisará do protagonismo dos estudantes, professores e técnicos para oxigenar as ações de empreendedorismo e inovação que poderão impactar positivamente na formação de nossos profissionais e fomentar a aproximação da Academia com o setor produtivo.”

Para Vinícius Tarabal, diretor geral da LAEMI, vê esse espaço colaborativo como um grande passo para o estabelecimento de parcerias entre ligas acadêmicas e empresas juniores da UFSJ com os atores da tríplice hélice: governo, academia e indústria.